Almeirim registou novo aumento de número de empresas, concluiu novo estudo da NERSANT

Almeirim foi um dos 17 concelhos do distrito de Santarém que teve um aumento do número de empresas no mês de agosto. O estudo, organizado pela Associação Empresarial da Região de Santarém (NERSANT), concluiu que o concelho criou quatro novas empresas, passando de 33 para 37.

O novo estudo registou que, desde julho a agosto de 2020, houve um aumento de 93 empresas e a NERSANT admitiu que foram criadas mais 25 empresas que em agosto do ano passado e é o valor mais elevado desde fevereiro de 2020. As localidades que criaram mais empresas no espaço de um mês foram os concelhos de Abrantes e Torres Novas, com ambos os concelhos a terem um aumento de 15 empresas cada um, Ourém, onde criou 11 empresas, Santarém com sete empresas e Coruche, Rio Maior e Salvaterra de Magos com seis empresas cada uma.

No resto do distrito de Santarém, Benavente criou cinco empresas, Vila Nova da Barquinha três empresas, Alcanena teve um aumento de mais duas empresas e Cartaxo, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã e Mação apresentaram o aumento de uma empresa em cada localidade.

Os concelhos do distrito de Santarém que não tiveram aumento do número de empresas no espaço de um mês foram Chamusca, Constância, Sardoal e Alpiarça.

O distrito de Santarém já foi alvo de um estudo anterior, organizado pela NERSANT, onde a associação registou um primeiro aumento do número de empresas em 21 concelhos do distrito desde junho até julho de 2020. Nesse estudo, Almeirim foi um dos concelhos que registou um aumento de empresas. Entre junho e julho de 2020, Almeirim criou três sociedades, onde passou de 30 para 33 empresas.

Mariana Cortez

.