Almeirim em Alerta Vermelho

Os distritos de Santarém e Faro estão sob alerta vermelho devido ao aumento dos incêndios que têm ocorrido. O aviso foi divulgado este domingo pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

“Vamos ter um quadro meteorológico bastante severo com incremento da velocidade do vento. Nos próximos dois dias teremos vento bastante forte, não só durante o dia, mas também à noite, e com reduzida recuperação retida durante a noite”, admitiu Miguel Cruz, comandante de Agrupamento Distrital à rádio TSF numa conferência de empresa na sede da ANEPC.         

As informações fornecidas pela mesma fonte afirmam que os distritos do Porto, Braga e Viana do Castelo são os únicos distritos do país em aviso amarelo estando os restantes em alerta laranja.

O site da rádio TSF também afirma que o país entrou em Situação de Alerta este domingo às 20 horas e vai durar até esta terça-feira, dia 4 de agosto. A declaração divulgada este domingo tem como objetivo “ a necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio máximo e muito elevado previsto pelo IPMA na maioria dos concelhos do continente nos próximos dias”.

Em Almeirim, situado no distrito de Santarém, com as temperaturas a atingiram entre os 31 e os 39 graus de máxima, é importante que a população da cidade tenha cuidados nos incêndios. Segundo o comunicado da ANEPC, a população está proibida de circular e permanecer no interior dos espaços florestais e também de fazer queimadas e utilizar fogos-de-artifício.

Para além disso, também está proibida de realizar trabalhos nos espaços florestais e outros espaços rurais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais.

No entanto, a população pode alimentar animais, tratamentos fitossanitário ou de fertilização, regas, podas, transporte de culturas agrícolas e colheita. Segundo o comunicado da República Portuguesa, estes trabalhos podem ser realizados desde que “sejam de carácter essencial e inadiável e se desenvolvam em zonas de regadio ou desprovidas de florestas, matas ou materiais inflamáveis, e das quais não decorra perigo de ignição”.

A população de Almeirim também pode extrair cortiça manualmente e também extrair mel desde que seja realizada “sem recurso a métodos de fumigação obtidos por material incandescente ou gerador de temperatura” e também podem ser decorridos trabalhos de construção civil.

Mariana Cortez 

.