33 detenções e 698 infrações em operação da GNR

A Guarda Nacional Republicana (GNR) organizou uma operação por todo o país com o objetivo de prevenir e combater à criminalidade e fiscalização rodoviária. Ao todo, a iniciativa registou dados em 3 subgrupos: detenções, apreensões e trânsito.  

A GNR concluiu que em Portugal foram detidas 33 pessoas, onde o comunicado destaca que 26 pessoas foram detidas por condução sob o efeito de álcool, 2 por conduzir sem carta de condução, 2 por resistência e coação, 1 por desobediência, 1 por violação de imposições, proibições ou interdições e 1 por posse de arma proibida. A mesma fonte também apreendeu 7,54 doses de haxixe e um serrote.

Das 698 infrações em trânsito, a GNR destacou que 551 foram fiscalizadas por excesso de velocidade, 57 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao emitido na lei, 14 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e sistema adequado para as crianças e também por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório, 9 por falta de inspeção obrigatória periódica, 8 pelo uso de telemóvel na condução e 5 relacionadas com tacógrafos. A GNR também registou 46 acidentes com 22 feridos ligeiros e três pessoas que ficaram gravemente feridas. 

A operação começou no dia 1 de agosto às 20 horas e terminou no dia 2 às 8 horas.

Mariana Cortez

.