Santarém continua em risco de incêndio

O distrito de Santarém continua a ser um dos seis distritos que vão continuar em alerta laranja de risco de incêndio. Para estes dias, as temperaturas serão altas, com as máximas a chegarem entre os 28 e os 38 graus de máxima, onde pode levar à ativação de mais incêndios. No entanto, segundo informações do jornal Mais Ribatejo, os outros distritos em alerta laranja são Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro.

O comunicado oficial da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alerta para as proibições em risco de incêndio: é proibido fazer queimadas extensivas, queimas de amontoados, utilizar fogareiros e grelhadores exceto se forem usados em lugares devidamente afastados das zonas críticas, fumar ou fazer fogueiras.

A mesma fonte também admite que é proibido lançar foguetes, fumigar ou desinfetar apiários (colmeias utilizadas exclusivamente para a criação de abelhas) e utilizar motorroçadoras. Também é importante a utilização obrigatória de dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão inteira nos veículos de transporte pesados.

A ANEPC admite que informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevêem para as altas temperaturas vão manter-se nos próximos dias, onde destaca a humidade relativamente baixa no interior do país durante as horas da tarde, onde existe uma fraca recuperação noturna no interior do país e também no Algarve. Também vão haver ventos do quadrante norte fortes no litoral oeste e terras altas e com rajadas até aos 65 km por hora e as zonas de Sintra, Montejunto e Monchique) são as de maior risco. 

Mariana Cortez

.