Não há soluções, há caminhos: 26 de julho

É inquietante o modo como tanta gente resolve os conflitos. -“Então, que tal vão as coisas com fulano?” – “Bem, agora bem: foi cada um para seu lado!” Isto é: não deixaram de gritar um com o outro, mas puseram-se a uma distância em que já não se ouvem. Jesus veio trazer a paz. Não como o mundo a concebe, mas mudando a nossa mentalidade egoísta e mesquinha.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.