Jazz e Música clássica encerram Festival entre Quintas

Os concertos dedicados à música jazz e à música clássica foram os últimos do Festival entre Quintas, uma iniciativa que começou a 11 de julho e terminou no dia 19 do mesmo mês.

No dia 18 de julho, o concerto ocorreu na Casa Cadaval, situada na freguesia de Muge, que contou com vários clássicos de jazz conhecidos pela população e constituído por um trio de jazz e Elsa Frias, a vocalista do grupo. A bateria, as guitarras e a voz foram os reis do concerto e que levaram a multidão ao tempo em que o jazz era o género de música mais apreciado.

No dia seguinte, 19 de julho, ocorreram dois concertos, ambos com a presença de artistas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e que ocorreram na quinta Casal Branco após o desconfinamento do Covid-19.

O primeiro concerto do dia, que começou às 11:30 horas, contou com instrumentos da música clássica como a flauta transversal, o oboé, o clarinete, a tromba e fagote que animaram crianças e adultos. Os sons dos instrumentos contaram alegremente a história da fábula Pedro e o Lobo, do músico russo Serguei Prokofiev e também tocaram uma composição de outro músico russo: Modest Mussorgsky.

O segundo concerto do dia ocorreu às 17 horas. Com a menor onda do calor, a melodia da flauta, tocada por Natália Grossmannova, e da harpa, por Maria Sá Silva, encantaram a multidão. O público teve a oportunidade de ouvir músicas de nomes da música clássica como Gioachino Rossini, Astor Piazzola e Gabriel Fauré.

A iniciativa do Festival Entre Quintas surgiu numa conversa entre José Lobo Vasconcelos e o maestro da orquestra, Nikolay Lalov: “Durante o confinamento, nós conversámos e decidimos organizar uns concertos para ocupar esses músicos e para poderem mostrar a sua arte. Pensámos que seria uma boa ocasião começar uma nova onda de cultura aqui na região, tentar misturar o espaço com música, com vinho e com convívio, embora todos mascarados”, a mesma fonte admitiu numa gargalhada que contagiou o público.

Para Nikolay Lalov, os artistas da orquestra terem oportunidade de atuar era positivo, uma vez que“desde março que eles não tocavam”.

De acordo com o site oficial da orquestra, o Festival Entre Quintas também homenageia “as figuras emblemáticas de Olga Cadaval e Maria Lívia Braamcamp Sobral, senhoras de grande cultura e sensibilidade artística que deram nome às propriedades que administraram, respetivamente, a Casa Cadaval e a Quinta do Casal Branco”.

Texto – Mariana Cortez

Veja em abaixo os concertos transmitidos pela Almeirinense TV

Homenagem a Maria Lívia Braamcamp SobralMaria Sá Silva (harpa), Natália Grossmannova (flauta)Obras de G.Rossini, Gabriel Fauré, Astor Piazzola, Isaac Albéniz, Gabriel Fauré e Manuel de Falla

https://www.facebook.com/oalmeirinense/videos/290495008964524

Concerto para a FamíliaQuinteto de Madeiras da OCCOS. Prokofiev – Pedro e o Lobo (Conto musical)M.Mussorgsky – Quadros de Uma Exposição

Tarde de Jazz em direto da Casa Cadaval em Muge – Elsa Frias (voz), Vasco Finuras (guitarra), Ricardo Duarte (guitarra baixo), Patrick Simeão (bateria)

.