População

Começo este texto por expressar o meu desejo de que o leitor se encontre bem neste tempo de grande perigo e incerteza, para viver em sociedade precisamos de proteger o próximo para que sejamos protegidos. Na passada semana foi noticiado a perda de população de Almeirim, -3.99% em relação ao período 2011. Estes valores acompanham a tendência nacional e, em particular, a infeliz tendência do interior do país. Porém, não vejo estes dados como uma fatalidade desde que sejam tomadas melhores políticas locais. Almeirim tem sido um autêntico estaleiro de obras (a meu ver de valores bastante inflacionados). A maioria verá sempre com bons olhos esta realidade, mas será que que tais obras serão só por si fator decisivo para a fixação das famílias? A creche municipal é sem dúvida uma obra importante neste sentido, mas permitam-me a minha inocência: será que parte do investimento feito nos últimos anos não poderia ter sido utilizado em medidas diretas de incentivo à fixação das famílias? Através de, por exemplo, cheques-bebés e de taxas mais baixas de IMI para jovens famílias e famílias numerosas. Como nota final, nos últimos meses tenho reparado na quantidade de votos de abstenção da Sra. Vereadora eleita pela CDU nas reuniões do executivo. Não critico a grande vitória dos votos a favor vs contra porque acredito e apoio oposições construtivas na política. No entanto, caso tivesse votado CDU nas últimas eleições ficaria bastante dececionado ao ver que o meu voto, apesar de útil porque elegeu um vereador, várias vezes não se concretiza, nem para o “bem” nem para “mal”.

João Rosa
CDS Almeirim

.