Carbono: Custódio Castelo contínua a surpreender

Apesar de já ter atuado muitas vezes no concelho, Custódio Castelo ainda consegue surpreender e esta sábado, dia 20 junho, isso voltou a acontecer.

Estreou uma guitarra portuguesa de carbono, evocou António Cláudio, “cantarolou” e até criou uma nova melodia a que vai dar o nome de Almeirim.

A pandemia não deixou o cine-teatro ter mais de 120 pessoas, mas sentiu-se a vibração de muitos corações e aplausos rendidos à qualidade do artista almeirinense que esteve muito bem acompanhado: Maestro José Raimundo e Ana Paula Gonçalves.

Antes dos acordes que saíram dos dedos de Custódio Castelo, Pedro Ribeiro, assinalou a data histórica para o concelho sublinhando que esta foi a forma encontrada para festejar a elevação a cidade, acreditando que em 2021 as festas voltarão ao espaço junto à Biblioteca.

O concerto também foi transmitido pela Almeirinense TV e em 12 horas já teve quase cinco mil visualizações.

.