Vinhos do Tejo continuam a crescer cá dentro e lá fora

Os tempos são de expectativa quanto ao futuro mas, até à data, a região dos Vinhos do Tejo continua a crescer cá dentro e lá fora. O primeiro quadrimestre deste ano dá conta de um aumento de 76,26% na certificação de Vinhos do Tejo, face ao período homólogo de 2019. Um crescimento fruto de um trabalho “conjunto e continuado”, que produtores e Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) têm vindo a desenvolver nos últimos anos.

Entre janeiro e abril deste ano, a CVR Tejo certificou quase 10,4 milhões de litros de vinho. Analisando o ano de 2018, verifica-se que o valor total foi de 13,5 milhões e, em 2019, ascendeu aos 23,3 milhões de litros. Nota para o facto da região produzir cerca de 61 milhões de litros, pelo que, segundo os produtores dos Vinhos do Tejo, “ainda há muito espaço para crescer em termos de certificação”.

Embora tivesse havido um abrandamento das vendas devido à pandemia de covid-19, as vendas de Vinhos do Tejo têm aumentado, em especial na grande distribuição (off trade), onde o Tejo já está bem representado.

Também os números relativos à exportação são animadores para os produtores no que toca ao primeiro quadrimestre, com um aumento na ordem dos 39%, com destaque para mercados como França, Brasil, Suécia, China, Estados Unidos da América, Reino Unido, Polónia e Angola.

.