Aniversário em quarentena

No dia 28 de março os 49 anos de idade. Em pleno isolamento, festejou em casa, fechado com a mulher e filhos, mas não faltou o bolo.

Como foi festejar em quarentena?
Apesar da quarentena, não deixou de ser um dia especial e bem passado com a família.

Com quem esteve?
Este ano, por razões lógicas, foi só com a esposa e os filhos.

Mas não fez a comida?
Não! Para termos todos descanso da cozinha, optei por encomendar take way de um restaurante de Almeirim. Picanha e maminha grelhada, com tudo a que tenho direito.

Normalmente fazia grandes festejos?
Nada de especial. A partir de certa idade, deixamos de querer contar os anos… Mas não deixava de ir almoçar fora com a família e amigos chegados!

Este foi o mais “pequeno”?
Foi diferente, com menos pessoas perto de mim!

Mas teve bolo?
Sim, claro, e velas também…

E recebeu muitas prendas?
Beijos, abraços e um novo telemóvel!

Normalmente formulam-se desejos. Qual foi o seu?
Só posso desejar uma coisa… Que tudo isto por que passamos agora passe bem depressa, com o mínimo possível de prejuízo para todos, especialmente de saúde. E que no fim saiamos todos para a rua para
celebrarmos todos juntos!

Como tem vivido este período?
Com preocupação e na expectativa do que ainda está para vir…

Continua a ter que trabalhar?
Sim, estou em teletrabalho.

Espera em 2021 fazer uma grande festa?
Como já tinha referido antes, a maior festa será a do dia em pudermos todos sair à rua sem preocupações…

É assinante de O Almeirinense?
Não. Talvez porque no meu local de trabalho tenho acesso ao jornal, em papel…


Assim, deixe-me dizer-lhe que vamos oferecer-lhe um ano de assinatura pelo seu aniversário.
Fico muito agradecido pela vossa prenda de aniversário. Um bem haja para todos… Ah… E fiquem seguros em casa!!!

.