Lenda da Sopa da Pedra candidata às 7 Maravilhas

A Confraria Gastronómica de Almeirim numa parceria com o Município de Almeirim candidatou a lenda da Sopa da Pedra ao concurso das 7 Maravilhas da cultura popular na categoria de Lendas e Mitos.

Seguem-se várias eliminatórias do concurso, com grande cobertura mediática,  sendo que a final está agendada para 5 de Setembro.

Esta lenda que todos os almeirinenses conhecem deriva de um conto tradicional publicado por Teófilo Braga em ” Contos Tradicionais do Povo Português”  em 1883. Este conto leva-nos a refletir sobre a capacidade das pessoas em transformar as dificuldades em êxitos e também demonstra que o ato de partilha pode beneficiar todos desde que saibamos usar os ingredientes que temos em mão e criar caminhos que nos levem a encontrar ainda mais ingredientes para engrossar e completar a sopa do nosso dia a dia.

A cidade de Almeirim adotou o conto da Sopa da Pedra, uma vez que nos seus campos é possível encontrar quase todos ingredientes da dita sopa e tem uma mensagem com que os seus habitantes se identificam. A Sopa da Pedra é uma referência gastronómica e teve a sua origem em Almeirim nos anos  50 no restaurante “o Toucinho”. Atualmente, existem mais de uma duzia de restaurantes na Zona da praça de touros  que a confecionam, disponibilizando  mais de  2 mil lugares sentados. Graças à Sopa da Pedra, a restauração tem um grande impacto na economia local, sendo que alguns dos restaurantes evoluíram para a produção de alguns ingredientes. A adoção do conto por Almeirim materializa-se na estátua do frade em que está sentado a cozinhar a sopa na panela com a ajuda de uma pedra. 

Candidaturas às 7 Maravilhas da Cultura Popular®

Categoria a concurso:

Lendas e Mitos (Lenda da Sopa da Pedra)

.