Famoso médico presta socorro em Almeirim, mas não evita morte

O conhecido médico António Peças prestou, no dia 1 de maio, os primeros socorros a um homem, com 69 anos anos de idade, que sofreu um enfarte quando assistia à corrida de toiros de inauguração da Arena d`Almeirim.


O médico prestou assistência à vitima até à chegada da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER). O homem foi transportado pelos Bombeiros Voluntários de Almeirim para um hospital de Lisboa, onde viria a morrer durante a madrugada.


António Peças tornou-se conhecido em janeiro depois de uma investigação do Observador ter revelado que, alegadamente, o médico do INEM de Évora disse que não podia transportar um doente de helicóptero porque estava indisposto.


Afinal, no mesmo dia – 29 de outubro de 2017 – e quase à mesma hora, estava numa tourada. Provam-no documentos assinados pelo médico, que confirmam que assistiu quatro feridos no recinto: dois toureiros, o porteiro e o diretor da corrida, Marco Gomes. No Toureiro.pt é descrito como fazendo parte da “equipa médica afeta ao espetáculo”.


O médico alega que apenas tinha passado na Arena de Évora antes do espetáculo para emitir o parecer de segurança e alega que só foi retido porque teve de socorrer Marco Gomes, que sofreu queimaduras no balneário.

.