Não há soluções, há caminhos: 26 de abril

“Barco sem rumo não sabe o que é vento favorável”. Quando não se sabe para onde se vai, quando não se sabe o que se quer, anda-se à deriva e não se sabe o vento que ajuda nem o que desajuda.

Tanta gente perdida e enganada porque vai com a moda, ao sabor do vento! E bastava ter um bom objectivo!…

Vasco P. Magalhães, sj

.