Maria Narciso – Exercício na Gravidez – Quais os mais indicados?

Conhecidos os benefícios do exercício físico durante a gravidez, falemos agora quais os mais indicados para esta fase tão importante na vida da Mulher. Antes de mais, devo salientar que qualquer grávida deve ser acompanhada por um profissional especializado e com conhecimentos sobre a temática. Como é de conhecimento geral, todas as mulheres durante a gravidez “sofrem” diversas alterações físicas. Alterações essas que devem ser levadas em consideração aquando a prática de atividade física. Por isso, e começando já por aqui, nenhuma grávida deve realizar qualquer exercício onde não se sinta confortável e segura. As atividades físicas mais indicadas para as grávidas são: Hidroginástica, natação, deep water – exercícios na água não envolvem qualquer impacto, que é o mais indicado para futuras mães; Pilates – aqui são realizados exercícios para correção postural, reforço lombar, equilíbrio, controlo respiratório – exercícios fundamentais para a grávida, de forma a conseguir “suportar” as alterações a que está sujeita, principalmente para evitar o desconforto e dores de costas; Caminhadas – exercício muito aconselhado, onde se trabalha a parte muscular inferior, e a frequência cardíaca não sobe em demasia. Ajuda a combater o inchaço natural desta fase; Aulas de Localizada – Regra geral, todas as grávidas aumentam de peso durante a gestação, e aumentam também a flacidez muscular; as futuras mães precisam de músculos fortes para suportarem o seu novo peso, e futuramente para pegarem o seu bebé ao colo. Nestas aulas realizam-se exercícios de tonificação e fortalecimento muscular. Terão algumas restrições nalguns exercícios que devem ser levadas em consideração. Treino Funcional – treino adaptado à condição da futura mãe. Trabalho de força, resistência, coordenação, alongamentos (indispensáveis durante toda a gravidez). Grávidas que já praticavam exercício físico anteriormente terão mais “disponibilidade física” para realizar outro tipo de atividades, quer a nível de intensidade, quer a nível de resistência cardiovascular. Futuras mães, não se esqueçam que a vossa frequência cardíaca não deve subir demasiado durante o exercício, que não devem continuar a praticar atividade caso surjam sangramentos ou dores pélvicas e abdominais, que não devem praticar exercício em horas de muito calor, e que a hidratação é fundamental. Pela sua saúde e saúde do seu bebé, pratique atividade física durante a gravidez, de forma vigiada, e orientada!

 

Maria Narciso – Professora de Educação Física
Ginásio BeFitness

.