Alunos das Fazendas vão mesmo fazer provas de aferição

No Agrupamento de Escolas de Fazendas de Almeirim vão ser feitas Provas de Aferição de 2°, 5° e 8° anos.

A decisão foi tomada, esta quarta-feira, dia 20 de abril, no Conselho Pedagógico.

O Jornal O Almeirinense sabe que as Provas Finais de 4° e 6°, que vão deixar de existir, não vão ser feitas nas Fazendas de Almeirim. No entanto, os alunos das Fazendas de Almeirim vão fazer provas globais internas nesses anos. Mas isto era algo que já era feito, como forma de aferição interna da evolução dos alunos.

Em Almeirim, a decisão será tomada na próxima semana. Os agrupamentos têm que enviar as deliberações para o Ministério da Educação até final do mês de abril.

As provas de aferição do 2.º, 5.º e 8.º anos de escolaridade realizam-se a 6 de junho para Português, e a 8 para Matemática, podendo as escolas não as fazer este ano, anunciou o ministro no dia 17 de março.

Em Conselho de Ministros, Tiago Brandão Rodrigues explicou que, este ano, foi decidido aplicar um “regime transitório” que permitirá aos diretores escolares optarem por não efetuar as provas de aferição nos diversos anos do ensino básico, desde que fundamentem essa decisão.

“No próximo ano, estas provas [aferição] serão de aplicação universal e obrigatória”, disse o ministro.

.