Falta de Cultura, por

Vários são os estudos que apontam Portugal para um país que “con-
some” pouca Cultura. Esta, infelizmente sempre foi o “parente”

pobre do nosso país. Fraco investimento por parte dos diversos go-
vernos, o fraco interesse por par te da sociedade, muitas vezes por culpa do baixo poder de compra e dos altos impostos que incidem na mesma são alguns dos motivos para que a Cultura não esteja ao nível da
maior parte dos países da União Europeia .Quando falo em Cultura,

falo desde o teatro, cinema, música, exposições e outras formas de arte. É fundamental, cada vez mais cedo, estimular os jovens na escola
e em casa para o interesse das artes e sobretudo, a tutela com a pasta da mesma pensar em baixar os impostos que incidem nas artes, de modo a que estas sejam acessíveis a “ todos os bolsos”. Felizmente, em Almeirim é um concelho que foge muito a regra e que semanalmente, apresenta aos seus munícipes, vários tipos de artes, o que tem sido, no meu ponto de vista uma aposta ganha por parte da Camara Municipal de Almeirim. Como diz o ditado, “ o saber não ocupa lugar”.

A Cultura não só nos enriquece como também nos faz ver com ou-
tros pontos de vista e nos dá outras formas de fundamentação das nossas ideologias. No meu ponto de vista, a Escola, também deveria
ser um veículo de transmissão de Cultura, proporcionando aos seus
alunos experiências culturais fora das quatro paredes da instituição (escola). Neste sentido o Ministério da Educação, deveria caminhar de mãos dadas com a escola e com a tutela da Cultura no sentido de proporcionarem novas vivências.

.