Não há soluções, há caminhos: 13 janeiro

A boa maneira de superar um defeito é desenvolver a virtude contrária. A natureza e a biologia assim o ensinam, por exemplo, na cegueira muito se supera por desenvolver o tacto e o ouvido. Também no campo psicológico e moral esta é uma boa estratégia, a pessoa que quer corrigir o mal do azedume ou da crítica destrutiva, o melhor é tentar ver o lado bom de cada coisa e treinar-se a dizer bem. Isto não é deixar de ver o mal ou fazer de conta, é ver o conjunto e encontrar portas de saída.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento

.