Eles andam aí

Há anos a esta parte, tem-se vindo a assistir ao ressurgimento de uma extrema- direita nazi, que muitos julgavam morta e enterrada, que nos remete para o pesadelo que a Europa viveu há cerca de 75 anos. Passado este tempo, que não é assim tanto em termos históricos, aquilo que pensávamos não ser possível acontecer novamente, volta a bater-nos
à porta e cada vez com mais estrondo.

A democracia ocidental, pela forma displicente como tratou e trata certas
manifestações de expressão ultra direitista e nazi, considerando-as como algo sem importância e protagonizadas por minorias sem expressão, é responsável pelo que está a acontecer em vários países do continente americano e na europa, incluindo Portugal. O nosso país que até
agora sustentava o título de ser um dos poucos países europeus onde a extrema direita não tinha assento parlamentar, perdeu essa batalha! Deixámos entrar a extrema-direita na Casa da Democracia!

Que ironia mais triste…

Porém dizer que a democracia ocidental é a culpada é pouco, pois a democracia somos todos nós! Há que dizer BASTA a esses que gritam “chega” e que a coberto da defesa de queixas legítimas de alguns
sectores da sociedade portuguesa, como é o caso das forças de segurança, procuram veincular uma agenda extremista de direita. Há que estar atentos e não permitir esta perigosa infiltração.

Parafraseando Lula da Silva “…é preciso atacar e não apenas se defender” !

Por CRUZ MARTINS

.