Diretor do Agrupamento de Escolas de Almeirim reage às notícias das agressões

O diretor do Agrupamento de Escolas de Almeirim, José Carreira, reagiu esta quarta-feira, 27 de novembro, às notícias das constantes agressões e confusões que têm acontecido na Escola Febo Moniz, em Almeirim. 

José Carreira refere que há efetivamente alguns problemas naquela escola que o professor diz ser a “mais mexida” de todas da cidade. “O que eu lhe posso dizer sobre isso é que tal e qual como em todos os anos, há problemas. Quando há mais de dois alunos há sempre hipótese de haver uma divergência, e como são 700, é um bocadinho mais complicado e não lhe escondo que efetivamente a Escola Febo Moniz, pela idade dos alunos é aquela que é mais mexida de todas e mais difícil de controlar. Tal e qual como em todos os anos, nós vamos resolvendo, com os meios que temos, com os parceiros que temos e com a ferramenta que temos à nossa disposição que é o estatuto do aluno”, diz o diretor. 

José Carreira diz ainda que as situações “não podem ser avaliadas com base em relatos porque há sítios próprios onde as coisas se resolvem, que é na escola, na GNR, na câmara, na segurança social, na CPCJ, que é com esses que nós trabalhamos”, diz José Carreira acrescentando que “os supostos agressores, foram castigados, foi aplicado aquilo que estava previsto no estatuto do aluno, falei com os pais do aluno, falei com o aluno e portanto é o que nós podemos fazer, agora garanto-lhe que não é a escola que instiga a violência”. 

.