Cineteatro de Almeirim vibra com os acordes da guitarra portuguesa de Bruno Chaveiro

Decorreu no passado sábado, 2 de novembro, no Cineteatro de Almeirim, o segundo concerto da VI Edição Festival Guitarra d’Alma.

O jovem intérprete de guitarra portuguesa de Montemor-o-Novo, Bruno Chaveiro apresentou em palco composições do seu disco “Desatino”que incluem originais seus e temas de José Fontes, José Nunes, Domingues Camarinha e Custódio Castelo, compositores que são a sua referência musical. 

Uma “noite mágica”, assim a definiu Bruno Chaveiro, que, embora a sala não estivesse esgotada, vibrou com o domínio absoluto da guitarra, sobretudo na interpretação de um tema do mestre Custódio Castelo.

Num festival cujo objetivo é divulgar a multiplicidade de sonoridades da guitarra portuguesa, Bruno Chaveiro foi acompanhado por João Domingues na viola, José Ganchinho no Baixo, Carlos Lopes no Acordeão, Ivo Martins na Bateria e Eduardo Espinho na Guitarra Eléctrica.

Para sensibilizar os ouvintes para estímulos musicais, Susana Chaveiro interpretou, em língua gestual, um poema que foi escrito para o tema “Saudades” composto por Bruno Chaveiro. Prometidas ficaram já muitas novidades musicais para o seu próximo disco que já se encontra em preparação.

Segue agora a Guitarra d’Alma para a Raposa, na Casa da Cultura, no próximo dia 8 de novembro, pelas 21h30, com a apresentação do Ensemble de Guitarras da ESART. A entrada é gratuita.

.