Não há soluções, há caminhos: 3 novembro

São Paulo é uma figura grande da história da humanidade. Ele reconheceu que se lhe abriram os olhos, reconheceu que o futuro e a esperança humana tinham um caminho possível: tomar Cristo como cabeça, inspiração e força de um mundo novo. A sua metáfora libertadora foi esta: “Somos todos membros diferentes de um só corpo.” A mão não pode dizer ao pé: “Não preciso de ti.” E a Igreja está na comunhão dos diferentes membros.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento

.