Não há soluções, há caminhos: 20 outubro

A caridade no sentido evangélico é uma realidade complexa e desafiadora. Não se esgota no “fazer bem”. A caridade fraterna, como exercício de serviço aos outros, é apenas um aspecto e uma manifestação dessa realidade mais vasta. Não é toda a caridade nem o essencial da caridade. A caridade, para dizer de um modo forte, é aquilo que somos no fundo de nós próprios: seres capazes de se descentrarem de si e amarem. É aquilo em que temos de nos tornar.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.