Deputados, por Nuno Fazenda

No próximo dia 6 de outubro vamos ter eleições legislativas. Para muitos, estas eleições representam a eleição de um primeiro ministro ou de um governo, mas é muito mais para além disso. Estamos a eleger em cada distrito um conjunto de deputados, que têm como dever, ou
mesmo, como obrigação, defender as regiões que os estão a eleger.

Acontece que, por vezes, ou na maioria das vezes, muitos dos candidatos estão a concorrer por distritos que não são os seus, por distritos
que mal conhecem. Como podem então ser fieis defensores dessas regiões que os elegem? Se pretendermos que o nosso distrito tenha uma verdadeira representação parlamentar, devemos, antes de colocar o voto na urna, ter um conhecimento bem claro e aprofundado dos deputados que
estamos a escolher para defender a nossa terra e o nosso distrito.


O distrito de Santarém tem como cabeça de lista pelo PSD, Isaura Morais, presidente de câmara de Rio Maior, cujo trabalho em prol do seu concelho tem sido notável.


Uma mulher de princípios, de trabalho e de convicções. Do seu discurso retiro dois pensamentos: “ O Distrito precisa que os seus 21 concelhos cresçam em conjunto, que saibam tirar partido de toda uma cultura comum que os une, que sejam capazes de fixar os seus jovens e atrair novos habitantes, novas indústrias. Precisa de eleger um conjunto de deputados que possa dar garantias de que o seu trabalho será em prol deste território, que o façam por convicção, porque agem em prol do desenvolvimento dos seus concelhos.” Eu revejo-me neste discurso. Conheço o trabalho, o percurso e o pensamento desta cabeça de lista pelo meu distrito. Tive o cuidado de auscultar todos, por isso votarei em consciência.

Nuno Fazenda

Texto publicado na edição papel de 1 outubro

.