Concerto de violino acústico surpreende em Almeirim

“Público educado para a música com respeito pelos silêncios da interpretação” foi assim que Nuno Flores, o violinista dos The Crow Ibiza definiu a boa surpresa do seu auditório que quase encheu o Cineteatro de Almeirim na passada sexta-feira, dia 27 de setembro.

Concerto de violino acústico e guitarra que começou com interpretação dos clássicos, passando por temas de filmes como dr. Jivago ou um Violino no Telhado ou o Padrinho e terminando com a participação dos Tributo a Xutos e Pontapés que confirmaram a multiplicidade sonora do violino. 

The Crow Ibiza, um tributo aos Muse, é uma formação variável de instrumentos electroacústicos que apresentou desta vez em palco três elementos – o Nuno Flores, violinista (ex Quinta do Bill e Ex Os Corvos), Franco, violinista e Taco, guitarrista. O palco de Almeirim não é estranho para Nuno Flores, the Black Violin, já que tem família em Almeirim. Os três elementos têm formação clássica e o pai e o tio de Nuno foram músicos na Orquestra da Gulbenkian. Taco vem do Brasil e integra o grupo há 4 meses. Franco é o outro violinista, um jovem com uma excelente performance. O violino é paixão mas, como disseram numa curta entrevista ao Almeirinense, exige muito trabalho e dedicação.

Um projeto de Improvisação técnica já que ficou provado um domínio instrumental absoluto e a versatilidade de sonoridades dos instrumentos em palco.

Começou assim mais uma época cultural diversificada que teve início com o espectáculo de ópera  no passado dia 16 de setembro e agora com este concerto “fora da caixa” de violino que mostrou que os limites dos géneros musicais são ténues. Uma época que, referiu o presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, será alargada a todo o concelho.

Teresa Sousa

.