Não há soluções, há caminhos: 10 setembro

A bioética ou ética da vida é cada vez mais um tema candente. Entram aqui as questões da eutanásia, do aborto, dos limites da fecundação, da experiências com embriões, do suicídio, da pena de morte, da violência, da guerra, do negócio do armamento. Era importante que todos estivéssemos atentos a estes debates, pois por aí passa o futuro da humanidade. O pior é que os governos não querem que se pense, querem legalizar. É mais rápido e mais barato. Matar sai mais barato do que dar condições para viver.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.