Comunidade Intermunicipal da Lezíria preocupada com greve dos motoristas faz apelo ao Governo

A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, liderada pelo preisdente da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, emitiu um comuicado onde apela ao Governo que “considere os postos de abastecimento de combustível localizados nas zonas rurais como parte integrante da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), de forma a assegurar o abastecimento de combustível dos agricultores”.

Leia o comunicado na integra:

Considerando que o que distingue a Lezíria das outras regiões do País é o setor agrícola e agroindustrial, conforme consta na Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial da Lezíria do Tejo, para o período 2014-2020;

Considerando que atualmente estamos em plena época de colheitas;

O Conselho Intermunicipal da CIMLT, em reunião realizada em 31/07/2019, veio manifestar a sua preocupação com a greve motoristas de mercadorias e de matérias perigosas por tempo indeterminado, sobretudo com o seu impacto no sector primário na Lezíria do Tejo, especialmente no que respeita à agricultura e agroindústria.

Assim, e para que não se comprometa irremediavelmente as colheitas deste ano, vem apelar ao Governo que considere os postos de abastecimento de combustível localizados nas zonas rurais como parte integrante da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), de forma a assegurar o abastecimento de combustível dos agricultores.

Apela ainda que, para além desta rede, se considere como prioritário o abastecimento às agroindústrias.

O Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMLT
Pedro Miguel César Ribeiro

.