Não há soluções, há caminhos: 20 de julho

Contemplo um bairro de lata. Àqueles que na sua boa-vontade e honestamente só ali puderam construir a sua casa, na lama, na encosta, parece que Deus lhes põe a mão por baixo. Como é que aquilo não cai todos os dias? Assim são os crentes, assentam as suas vidas naquilo que os outros rejeitam por ser demasiado escorregadio e pouco seguro, a verdade, a justiça e o bem. E o que sofrem por eles torna-os capazes de dobrar e oscilar sem partir. Não acontece assim com as rochas, que na sua natureza abrem fendas com o calor, o frio e o tremor. “Quando sou fraco é que sou forte”, disse São Paulo.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.