Não há soluções, há caminhos: 9 de julho

Uma coisa é a paciência como virtude humana, o sofrer estoicamente, o passar por, o aguentar, outra coisa é a paciência como virtude cristã, a tenacidade, o espírito de manter a serenidade, porque está ligado à confiança, a uma visão do mundo diferente. Caracteriza quem não absolutiza o momento presente e sobretudo não se deixa cegar pelas preocupações do futuro, mas consegue olhar para as coisas com um horizonte de esperança. Tem muito a ver com a sabedoria do tempo.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.