CDU preocupada com a falta de médicos

Sónia Colaço, vereadora ecologista eleita pela CDU, mostrou na reunião de câmara grande preocupação com a falta de médicos no concelho de Almeirim.

“Apesar das recentes notícias, veiculadas na comunicação social regional, de que existem 10 médicos para o ACES Lezíria, a partir deste mês de julho, com o Centro de Saúde de Almeirim a ser contemplado com a vinda de dois clínicos, a realidade é que na freguesia de Fazendas de Almeirim os utentes ficaram sem a sua médica de família e para setembro sairá o outro médico”, avança Sónia Colaço.

A Extensão de Saúde de Fazendas de Almeirim neste momento tem apenas um médico de família, que atende os utentes atribuídos ao seu ficheiro, enquanto os restantes doentes só podem recorrer ao Centro de Saúde de Almeirim. O médico prestador de serviços que iria ficar a fazer consultas, três vezes por semana, aos utentes sem médico de família nesta Extensão de Saúde, afinal não pode assegurar o serviço.

“Para além dos constrangimentos causados à população, pela necessidade de deslocação dos utentes desta freguesia para a sede de concelho, também fica em causa a prestação de cuidados de saúde em Almeirim, pelo aumento destes utentes e consequente pressão sobre os serviços”, sublinha ainda a CDU.

A CDU entende que esta solução não serve os utentes da Extensão de Saúde de Fazendas de Almeirim, nem a população de Almeirim, pelo que é urgente apurar quantos utentes estão sem médico de família atribuído e para quando a colocação dos médicos em falta, acautelando desde já saída de mais um clínico em setembro.

.