Não há soluções, há caminhos: 5 de junho

Tolerar não é ser muito flexível e achar que cada um é que sabe, que não tenho de me meter! Isto é falta de opinião e de critérios para dialogar. Aliás, a tolerância é sempre com as pessoas e não com os actos ou situações. Estes são construtivos ou destrutivos. Mas as pessoas podem e devem ser compreendidas nos seus limites e nas circunstâncias. Tolerar é ser capaz de conversar e de se pôr em causa, a si e aos outros, para que a verdade venha ao de cima.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.