CIMLT organiza seminário sobre mobilidade

A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) organizou ontem, dia 3 de junho, nas suas instalações, um Seminário sobre a Mobilidade da Lezíria do Tejo.

O Seminário, que contou com a presença de cerca de 70 convidados, arrancou com a apresentação dos resultados do Inquérito à Mobilidade da População Residente na Lezíria do Tejo. De um total de 5154 inquéritos realizados concluiu-se que na Lezíria do Tejo há um forte predomínio do transporte individual face aos outros modos de transporte. Por outro lado, na área do transporte coletivo, a esmagadora maioria das viagens são realizadas com recurso a uma assinatura / passe ou transporte escolar. Cerca de 70% dos inquiridos utiliza transporte individual, sendo o transporte coletivo utilizado por uma média de 2,5 a 4,5% dos residentes. Já as viagens a pé ou de bicicleta são a escolha de cerca de 24 a 26% da população da Lezíria do Tejo. As deslocações para o trabalho e para a escola representam mais de metade de todas as viagens.

No Seminário foi também apresentada a rede de Transportes a concursar para a Lezíria do Tejo. O lançamento do concurso público internacional para o “Serviço Público de Transporte Rodoviário de Passageiros na CIM Lezíria do Tejo” está previsto para o 3º trimestre de 2019. O início da exploração deverá ocorrer em 1 de agosto de 2020 e terá uma duração de 5 anos. A rede futura será equivalente à rede atual com as seguintes intervenções: reorganização das linhas; numeração das linhas; e cumprimento dos níveis mínimos de serviço. Os passageiros passam a poder utilizar todas as circulações em cada percurso. Os transportes da Lezíria do Tejo terão uma imagem única na região – “Transportes da Lezíria”.

No Seminário esteve também presente o Presidente do Conselho de Administração da Autoridade da Mobilidade e Transportes (AMT), João Carvalho, que fez um balanço da aplicação a nível nacional do Regime Jurídico Serviço Público de Transporte de Passageiros (RJSPTP).

O Primeiro-Secretário da CIMLT, António Torres, fechou a ronda de apresentações do Seminário, explicando o Programa de Apoio à Redução Tarifária na Lezíria do Tejo (PART). De lembrar que o PART garantiu aos habitantes da Lezíria do Tejo descontos nas viagens de transporte rodoviário e ferroviário, desde o passado dia 1 de maio. Nos transportes rodoviários verificou-se um desconto de 35% nos passes mensais dos autocarros. Nos transportes ferroviários, a redução foi de 30% nos passes mensais dos comboios regionais e inter-regionais, e o suplemento Navegante de Azambuja para Lisboa passou a custar 40,50€.

A sessão de encerramento do Seminário contou com a presença do Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMLT, Pedro Ribeiro, e do Presidente do Conselho Metropolitano da AML, Fernando Medina.

Ambos destacaram o trabalho conjunto entre estas duas sub-regiões, bem como o acordo alcançado na área dos transportes. Foi também reconhecido que o PART deveria contemplar mais verbas para as sub-regiões contiguas às áreas metropolitanas, por forma a que os descontos destas sub-regiões se aproximem dos praticados nas Áreas Metropolitanas.

.