Não há soluções, há caminhos: 6 de maio

Os medos, os afectos complicados, o nosso mundo psicológico, fazem a dificuldade de lidar com o amor, porque o amor é deixar-se transformar por aquele que ama. O amor é perder-se, “quem quiser ganhar a sua vida há-de perdê-la”. Afinal dar de si, sair de si, pôr o seu centro de gravidade no Outro, é perder-se, é morrer para si, mas é encontro e ganho.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.