Abril

Abril não é apenas mais um mês do calendário, este é um mês que se reveste de valores que importam recordar cada vez mais. No momento que assistimos a tentativas constantes de branquear o que foi o fascismo em Portugal, quando crescem diariamente as vozes populistas de cariz racista e homofóbico, quando a violência doméstica persiste entre nós, quando as desigualdades sociais são gritantes no país, é preciso parar e recordar.

Não podemos esquecer o que muitos homens e mulheres viveram e sofreram, bastantes com a perda da própria vida, durante 40 anos de ditadura, para que fosse possível Sónia Colaço CDU Almeirim Joaquim Gomes PS Almeirim Nuno Fazenda PSD Almeirim João Vinagre CDS Almeirim todos termos uma vida diferente, melhor e mais justa, sem fome e sem miséria. Não podemos esquecer a coragem e os motivos que levaram os Capitães de Abril e os seus homens, naquela madrugada de 25 abril de 1974, a caminhar para a capital para derrubar o regime existente, para dar ao povo a voz que lhe tinha sido amordaçada.

“Muitos sonharam com um país melhor para todos e não apenas para alguns.”

A democracia nasceu há 45 anos em Portugal, porque muitos sonharam com um país melhor para todos e não apenas para alguns, sonharam com a Liberdade e a Paz. Passados estes anos, temos a responsabilidade de continuar a construir esse país que foi sonhado, para que todos possam ver garantidos os seus direitos e deveres enquanto cidadãos.

A CDU continuará a defender e a exigir o cumprimento da Constituição da República Portuguesa, como o acesso à saúde, à educação, à habitação e à justiça para todos. Enquanto houver um sem-abrigo, uma criança sem escola, um desempregado, um idoso sem médico de família, significa que temos de continuar a lutar. Há ainda muito a fazer para que se viva em pleno o que diz a canção “…a Paz, o Pão, Habitação, Saúde, Educação!” (Sérgio Godinho in Liberdade)

Por: Sónia Colaço CDU Almeirim

.