Não há soluções, há caminhos: 7 abril

Na Cruz a experiência da morte de Jesus é já quase gozosa na dor, porque é dor de uma comunhão com o Pai. Entregar-se e comungar também dói. O grito “Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste” é um grito de esperança e um acto de confiança que resume tudo num testemunho. Na cruz morre a morte, morre o que é mortal que é o pecado, para deixar vir ao de cima a vida, que é o amor. Neste sentido, a Ressurreição é na morte e não depois da morte.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.