Editorial – 15 de março

Ainda a propósito das boas e más notícias, podia aqui deixar mais alguns recados, mas prefiro deixar uma pergunta sem resposta e depois algumas felicitações. Quantas equipas jovens de desporto do nosso concelho já tiveram um lanche (até pode ser pão com manteiga e uma garrafa de água) oferecido pelos nossos clubes? Depois de deixar esta pergunta no ar, quero expressar a mais profunda satisfação pela vitória do U. Almeirim frente ao CADE, em juvenis. A equipa de Bruno Carrapato tinha “apenas” que empatar, mas ganhou e (muito) bem. Foi uma época dura, de alguns problemas internos mas que o jovem treinador soube sempre ultrapassar com descrição e muito saber. Os jogadores e dirigentes terão muito deste sucesso, mas o Bruno não pode ser um treinador qualquer. Subiu e agora faz o difícil… a manutenção. Duas notas finais. Primeiro, um pedido de desculpas aos nossos queridos assinantes. Os trabalhadores do Centro de Distribuição Postal (CDP) de Santarém estão em greve entre os dias 13 e 30 de março, segundo um comunicado do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), que convocou esta paralisação. Esta paralisação vai afetar a distribuição do nosso jornal. Somos alheios a isso, e só podemos pedir desculpas aos nossos assinantes. Depois, referir que, no último jornal, o artigo do Samuel Tomé deveria ter o título “10 anos” e não “(In)Competências” pois esse foi o título escolhido por Coutinho Lopes para o seu texto, tal como agora, pois nesta edição é publicada a segunda parte do texto do eleito da CDU. Ao Samuel Tomé e ao Coutinho Lopes, as minhas sinceras desculpas.

Valter Madureira

.