CIMLT tenta também reduzir passes

Desde o início do ano, a CIMLT trabalhou afincadamente para que fosse possível aplicar o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) – Redução de preço dos passes nas deslocações rodoviárias e ferroviárias.

A CIMLT teve reuniões com os operadores rodoviários, com a CP, com as CIM envolventes e com a Área Metropolitana de Lisboa.

A CIMLT enviou os contratos a celebrar a todos os operadores e estavam criadas as condições de aplicar a redução, a 1 de abril de 2019, nos transportes rodoviários e, em maio de 2019, a redução dos passes no transporte ferroviário.

As deslocações ferroviárias da Lezíria para Lisboa e de Lisboa para a Lezíria têm um grande peso (o Comboio Urbano vai até Azambuja), pelo que foram efetuadas reuniões com a Área Metropolitana de Lisboa e com a CP.

À ultima da hora (hoje, dia 27 de março de 2019), e no decorrer dessas negociações, a CIMLT deparou-se com uma quantidade de títulos diferente daquela com que vinha trabalhando desde o início de fevereiro, o que obriga a refazer todos os cálculos, quer para a redução dos passes rodoviários, quer para a redução dos passes ferroviários.

Assim, a CIMLT comunica que continuará a trabalhar com a CP e com a Área Metropolitana de Lisboa, prevendo-se, assim, aplicar a verba do PART, de maio a dezembro de 2019.

.