Projeto para defumar o peixe vence Concurso de Ideias de Negócio da Nersant

A ideia “Fumeiro do Mar” foi a grande vencedora do 3º Concurso de Ideias de Negócio do projeto AgriEmpreende. Propõe transformar os peixes Scomber colias, a conhecida cavala, e Mugil cephalus, a tainha, em iguarias defumadas com alto valor nutritivo sem aditivos ou corantes. Os peixes serão filetados e defumados com fumo de lenha e os produtos finais comercializados em Portugal e no estrangeiro. As aparas serão ainda aproveitadas para produzir enchidos de peixe. Além destas duas espécies, este projeto pretende alargar a fumagem a espécies provenientes da aquicultura.[AP1] 

O projeto “Pastel de Nata Vegan”, segundo classificado, pretende dedicar-se à produção e comercialização do primeiro pastel de nata Vegan, pronto a comer em todo o lado.

O pódio fica completo com o projeto “Condimento de Azeite em Pó com Salicornia”, que idealiza um produto inovador, ao conciliar dois produtos alimentares extremamente versáteis e saudáveis para produzir azeite em pó com salicórnia em pó ou desidratada.

Os três vencedores vão receber os seguintes prémios: 5000€ para o primeiro classificado, 3000€ para o segundo e 1000€ para o terceiro. Para além do valor monetário, o prémio inclui pré-incubação física para desenvolvimento do projeto em sistema de co-working por um período de 3 meses na Startup Santarém ou no Cei – Centro de Empresas Inovadoras, e incubação física pós início de atividade em sistema de co-working reservado por um período de 6 meses na Startup Santarém ou no Cei – Centro de Empresas Inovadoras.

As candidaturas foram avaliadas pelo júri do Concurso, composto por Luis Farinha (Docente do Departamento de Gestão e Economia e Investigador NECE – Research Center in Business Sciences da UBI), Cristina Pintado (Responsável Técnico do Laboratório de Microbiologia e Responsável Técnico do Laboratório de Análise Sensorial do CATAA – Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar de Castelo Branco), Carlos Lopes de Sousa (Presidente da Direção do Agrocluster), Pedro Félix – (Diretor Executivo do Agrocluster) e Manuel Laranja (especialista em Inovação, Empreendedorismo e Estratégia Industrial).

Segue-se agora dois programas de aceleração para os projetos vencedores, que se juntam a outros empreendedores para estas açoes. Já está a  decorrer nas instalações da Startup Santarém um dos programas, estando previsto para ainda este mês o início do quarto e último programa de aceleração, a realizar no CEI, em Castelo Branco

O projeto AgriEmpreende visa a criação e dinamização de uma estrutura técnica de apoio ao empreendedorismo que potencia a geração de ideias de negócio, a criação de novos produtos e novas empresas na fileira agroalimentar, especialmente ao nível do empreendedorismo qualificado e criativo. Mais informações em http://www.agriempreende.pt/.

É promovido pelo Agrocluster em parceria com o Inovcluster, financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização.

.