Encherim não reconhece dívida

A Câmara de Almeirim tinha no dia 31 de Dezembro de 2018, cerca de 1,2 milhões de euros de recebimentos em atraso, revelou o presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, em reunião de câmara que decorreu no dia 4 de Fevereiro.

A terceira maior divida pertence à cooperativa de talhantes Encherim que tem a concessão do Centro de Corte e Fabrico de Enchidos de Almeirim. A cooperativa deve à autarquia cerca de 200 mil euros de rendas em atraso. “Este é um processo que se arrasta há algum tempo e parece que não conseguimos chegar a acordo por isso é muito provável que o caso chegue a tribunal”, referiu o presidente da autarquia, Pedro Ribeiro.

Ao Jornal O ALMEIRINENSE, a Direcção da Encherim – Cooperativa de Produtores de Enchidos de Almeirim CRL, “informa os leitores que não reconhece a divida indicada pelo Município. Para mais esclarecimentos remete para leitura das actas da C. M. A., desde o início do projecto. A Encherim apresentou um estudo económico credível certificado por um Revisor Oficial de Contas a pedido do Município, e, sempre se mostrou disponível para negociar de boa fé o contrato.”

.