Lucas abandona U. Almeirim e reforça Marinhais

Nuno Lucas abandonou, no dia 22 outubro, o plantel do U. Almeirim depois de achar que “chegou a hora de sai”.

O jogador antes mesmo de se ter entretanto ligado ao Marinhais falou a O Almeirinense e detalha com mais pormenor a saída.

O que leva um capitão a sair apos 14 anos na União?
O que leva um capitão a sair é que o ex-capitão quer jogar mais, quer mais minutos de jogo, o que não estava a acontecer no Almeirim. Foi uma decisão um bocado difícil apos 14 anos naquela casa não é fácil abandonar assim um clube, que continuo a gostar da mesma maneira, mas eu quero jogar, com 33 anos não quero acabar a carreira sentado no banco de suplentes ou mesmo ficar fora das opções do mister.

Podemos comparar agora a situação do Luisão com a tua.
Sim, podemos comparar um pouco por ai.

Não foste convocado não tens sido convocado, o que te leva a sair é no seres convocado.
O que me leva a sair é não ser utilizado sendo o capitão, mas é mais so por não jogar, com 33 anos acho que tenho é que jogar.

Já tens alguma perspetiva?
Não, já tive abordagens de alguns clubes mas ainda não decidi nada, esta semana não vou decidir nada, so a partir da próxima semana é que vou começar a decidir o meu futuro

Sentes te triste por teres que abandonar o Almeirim por esta situação?
Claro que me sinto triste, nem tem explicação abandonar o clube assim, sei que o plantel que foi feito para esta época foi um plantel muito competitivo, que o clube tem aspirações de ganhar algum título esta época. Quando do comecei a ver o plantel tive uma perspetiva de um futuro risonho para o clube, mas a minha situação não me permite continuar assim. Gostava de fazer mais parte do jogo em si, so treinar durante a semana e ao fim de semana sentar me no banco não é vida para mim, acho que merecia um bocadinho mais, mas pronto são as opções do mister como já disse, ele é que sabe o que é melhor para o plantel.

A tua saída é algum confronto com o mister? Houve alguma coisa que te levasse a sair ou é uma decisão so tua?
É uma decisão so minha não tenho nada contra ninguém, não saio magoado com ninguém, muito pelo contrário ontem quando algumas pessoas souberam que me ia embora houve muitas pessoas que me ligaram, houve ate uma pessoa que me ligou triste a chorar, desiludida porque eu ia abandonar aquilo que eu comecei quando sai do Fazendense para ali, que era reerguer o clube e eu sempre disse que so saia da União quando a União entendesse que não me queria levar mais, o que acabou por não acontecer, foi uma decisão minha não da União, não saio magoado com ninguém. Acho que saio pela porta grande, acho que fico na historia do clube e é como disse, o clube tem é de andar para a frente não se vai agarrar a isto com certeza, se calhar acho que fico mais na minha consciência mas como disse acho que saio do clube pela porta grande.

Consideras que o União precisava de ti nesta altura?
Os jogadores são todos importantes, capitão ou não, a jogar ou não os jogadores são todos importantes, assim é que uma equipa funciona, todos a remar para o mesmo lado. Se me perguntasses se acho que devia jogar mais, não sei o mister é que entende quem é que deve jogar, mas pronto gostava de fazer mais parte dos 90 minutos ou dos 50 minutos ou daquilo que fosse, assim sendo, sai. Foi uma opção minha, de mais ninguém, ninguém me obrigou a sair, não tenho divergências com ninguém nem com treinadores, nem com diretores nem ninguém, ate pelo contrário tenho um apresso enorme por eles todos, pelo plantel que é uma grande família que ali esta, um grande grupo de trabalho que ali esta e a única coisa que eu posso desejar é a melhor sorte para a União de Almeirim e se possível chegar ao titulo, à final da Taça do Ribatejo e ganhar melhor para eles.

Pelo que sei, tu não disseste a ninguém, nem a treinador nem a diretor, tu única e exclusivamente saíste do clube, achas que assim foi uma boa forma de o fazer?

Se calhar devia ter sido de outra forma, se calhar devia ir la amanha e despedir me dos meus colegas mas decidi ser assim, na sexta-feira cheguei a casa completamente em baixo por não ter visto o meu nome na convocatória e o que eu fiz foi falar com o Diretor Desportivo António Calado para comunicar a minha decisão à equipa técnica e à restante direção, hoje já falei com alguns elementos da direção mas vou ainda falar com eles pessoalmente para explicar mais algumas coisas.

É uma situação que não se vai reverter, não há mesmo volta a dar?

Não, é mesmo de saída não há volta a dar, so tenho uma palavra.

O que é que se proporciona para o treu futuro? Continuar na distrital º1 distrital, 2º?

Na minha idade já não tenho grandes ambições, ir à seleção já não vou de certeza por isso vou ficar por aqui, pela distrital, talvez um bocado mais longe, um bocado mais perto, não sei ainda. Tenho muita coisa para resolver, tenho varias proposta clubes da primeira, clubes da segunda distrital mas e principio para a semana já tenho um clube novo.

Podemos anunciar a tua ida para um clube novo para a semana é isso?

Exatamente, para a semana em princípio já começo a treinar noutro clube.

O que é que fica para os adeptos apos 14 anos de clube o que lhes tens para dizer?

O que fica para os adeptos, é que nunca deixem de apoiar o Almeirim, cada vez mais o clube precisa das pessoas de Almeirim, eu quando sai do Fazendense para o Almeirim foi com uma ambição enorme de reerguer novamente o clube e eu sempre disse que so saia do Almeirim quando o clube já não precisasse mais de mim e quando tivesse no nacional, estava com ideias de ser este ano, não consegui mas espero que os meus colegas elevem o nome de Almeirim ate ao próximo patamar.

Não acabou no Almeirim, vai acabar noutro clube, quais são os desejos daqui para a frente sem ser jogador?

Sem ser jogador ainda não pensei bem, tenho 33 anos ainda não pensei no final de carreira, as pernas já começam a ceder já há mais sinais de cansaço, mas o meu pai acabou com 38 anos, gostava de bater a marca dele 39,40 se as pernas ainda o deixarem é claro, mas dai para a frente ainda não sei

.