Da esquerda para a direita: LIXO

A higiene urbana, é uma das competências atribuídas às autarquias, devendo estas prestar um serviço de qualidade pelas repercussões que tem na salvaguarda da saúde pública e na promoção de um ambiente sadio.

Relativamente ao lixo, no concelho de Almeirim estão à disposição dos cidadãos, para além dos contentores de lixo comum, as ilhas ecológicas, possibilitando a separação do lixo para reciclagem, nomeadamente pilhas, plásticos, papel e vidro. Contudo, convém lembrar que cabe à autarquia não só garantir a recolha dos lixos no seu território, como assegurar que os contentores estejam em devidas condições. É importante também garantir a lavagem regular dos mesmos, se têm ou não as tampas partidas, se estão ou não em bom estado, pois é meio caminho para que o lixo ali depositado seja encaminhado para o aterro, sem causar maus odores e sujar as ruas levando a um ambiente urbano degradado. Também as ilhas ecológicas devem ser mantidas em condições.

A recolha atempada dos resíduos é crucial, de modo a evitarem-se situações como a que está à vista de todos aqueles que usufruem do Campo do Sporting em Fazendas de Almeirim. Contentores cheios, sem serem recolhidos no tempo devido, faz com que as pessoas, que até realizam a reciclagem, possam pensar duas vezes da próxima vez, pois durante vários dias os plásticos e os cartões estão no chão. Para a CDU é preocupante ver esta situação, ainda mais que a maioria PS na autarquia, decidiu no início deste ano, entregar à empresa RESIURB/Ecoleziria, a gestão dos resíduos, o que entendemos ser uma perda de competências das autarquias. Entendemos que esta passagem da recolha dos resíduos indiferenciados (lixos), leva à perda de controlo do processo e da qualidade do serviço, com implicações também a nível ambiental.

Sónia Colaço – CDU Almeirim

.