Lançamento oficial do vinho T2

Estavam reunidas as condições para o lançamento oficial do vinho ao qual a Telma e o Tiago se dedicaram de corpo e alma e onde tinham investido todos os seus conhecimentos e recursos financeiros. Era necessário começar a realizar dinheiro!

Queriam que fosse algo marcante para todos os convidados, que mais tarde recordassem como uma boa experiência e também que os levasse desde o momento a praticar a melhor publicidade possível, o nosso passa-palavra, o termo de marketing, wom – word of mouth.
O local escolhido para o efeito seria, naturalmente, a sua quinta, fazia todo o sentido, afinal de contas o projeto tinha ali as suas raízes e era bom dar a conhecer o berço do vinho aos consumidores. Era, naturalmente, uma quinta de trabalho, mas como já tinham contemplado que o enoturismo faria parte dos seus horizontes profissionais, tinham investido num espaço destinado às provas e numa loja.

Publicidade

Fizeram a lista de convidados, maioritariamente amigos e familiares, com os quais faziam questão de partilhar este momento tão especial, mas contemplaram também alguns proprietários da restauração local, onde esperam vir a ter a hipótese de ter o seu vinho à venda e alguma imprensa local, para divulgar o evento e a marca.

O evento foi um sucesso, tudo correu como pretendido, os vinhos receberam críticas positivas e a alegria e emoção estiveram sempre presentes, era efetivamente um marco muito especial para ambos. Mais tarde viriam a receber uma crítica de um dos convidados “Deviam ter convidado o Presidente da Câmara!”.

O casal ficou um pouco surpreso com tal observação, pois o pretendido era partilhar o momento com os que gozavam de igual modo a sua realização pessoal e profissional e que não fosse de caráter social, com protocolos associados, eram livres e convidaram quem entenderam, por isso até a sua indispensável e amorosa senhora que fazia a limpeza na sua casa foi convidada! Eram pessoas genuínas e corretas, que procuravam atingir os seus objetivos de forma transparente e íntegra, sem recursos a segundos interesses. Vincaram as mesmas caraterísticas nos seus vinhos, genuínos e corretos!!!
Agora resta-nos desejar a melhor sorte para este casal de aventureiros, com um amor crescente entre ambos e uma paixão em comum – o vinho!

Terminada a descrição deste projeto que se desenvolveu por várias crónicas, transformadas quase num romance, com apontamentos técnicos, posso partilhar com os senhores estimados leitores que a principal fonte de inspiração foi o projeto que eu mesma lancei, fez 2 anos no dia 20 de agosto. O lançamento da minha própria marca de vinho, o Minoc, um vinho regional Tejo, que mais que um vinho é uma homenagem à minha família Conim, única em Portugal e uma afirmação dos meus conhecimentos, com muito amor e paixão associadas, para que quando alguém o beba, sinta mais que o prazer de degustar e seja também uma experiência.

.