“Nós melhorámos uma associação de estudantes inteira”

Tiago Veríssimo, no segundo mandato como presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária Marquesa de Alorna faz o balanço, assume as dificuldades que encontrou e ainda dá os detalhes da Gala de Finalistas organizada pela associação.

Primeiro de tudo que balanço faz destes dois anos à frente da associação de estudantes? Ao início não foi muito fácil, sinceramente, porque era tudo novo e era uma pessoa inexperiente, tinha estado em várias associações como presidente, mas comecei com uma equipa excelente e continuo com uma equipa excelente e eu sozinho não conseguia fazer nada do que fiz antes. Há muita gente que não sabe, mas nós melhorámos uma associação de estudantes inteira, nós próprios fizemos obras na associação, gastámos centenas de euros na associação, é verdade que podiam ter sido utilizados noutra coisa mas achámos que era bom termos uma boa cara e então melhorámos tudo. Tem corrido super bem, temos recebido muitos elogios por causa do nosso trabalho, já dinamizámos várias festas, vários eventos, tem tudo corrido muito bem: o evento principal é talvez o baile e a gala de finalistas que, por norma, costuma ser uma festa para o 9º ano e uma para o 12º. Em anos passados acho que nem fizeram para o 9º ano, o que acho que é um bocado incorreto porque também são finalistas, outro tipo de finalistas, mas acho que também merecem; mas já no ano passado organizámos um baile de finalistas e uma gala de finalistas e este ano vamos repetir a dose, porém, com uma vantagem: nós no ano passado éramos inexperientes e este ano já estamos aqui pela segunda vez, ou seja, já sabemos o que é que fazemos, já sabemos o que é que podemos melhorar e então, este ano, acho que está a correr super bem por esse motivo, já é o segundo ano, já sabemos como é que fazemos as coisas, já sabemos com quem é que temos de falar, ou seja, eu para fazer um tipo de evento, em vez de recorrer a várias pessoas e esperar que alguém me responda, já sei com quem é que tenho de falar, ou seja, os meios já são muito mais fáceis.

Sentem uma maior aproximação dos alunos à associação?

Sim, sem dúvida, uma das coisas que acontecia é que a associação de estudantes era composta por várias pessoas da escola, mas o nosso objetivo deste ano era uma associação de estudantes que abrangesse todos os anos letivos, ou seja, normalmente a associação de estudantes era só de 12º e nós agora queremos e fizemos a nossa associação abrangendo desde o 9º ano, que é o primeiro ano cá da escola, até ao 12º, daí termos uma equipa tão grande.

São por volta de 40, não é?

Sim, acaba por ser mais fácil, digamos, em atividades: por exemplo, se eu quero fazer uma atividade orientada para o 9º ano é mais fácil, a partir dos elementos que tenho, saber o feedback para esse ano e saber dinamizar uma atividade para o 9º ano como eles querem, portanto acaba por ser um pouco mais fácil e foi uma das coisas que nós fizemos e que não era habitual, e depois claro que contamos com mais colaboradores que nos apoiam em tudo o que nós precisamos, por exemplo, num evento um pouco mais trabalhado, em que é preciso uma equipa mais avantajada. Pronto, se eu quiser organizar um evento para o 9º ano já tenho mais facilidade pelo facto de ter uma equipa variada que passa por todos os anos letivos. De resto, como eu estava a dizer, o evento que todos os alunos finalistas, tanto do 9º ano como do 12º esperam, é o baile de finalistas para o 9º ano e a gala de finalistas para o 12º ano.

Qual é a diferença?

Na minha opinião, são dois tipos de eventos completamente diferentes: no 12º ano acaba todo o trabalho que começámos desde a primária para acabarmos e podermos ir para onde queremos, como queremos e tendo as facilidades que temos, se tivermos boas notas; enquanto que o 9º ano é mais uma passagem de ciclo, do ciclo básico para entrar no mundo do secundário onde já começa a haver associações, já começa a haver festas. Na minha opinião, é completamente diferente, mesmo a cotação das notas, as disciplinas, é um mundo completamente diferente. A gala de finalistas este ano vai ser no dia 30 de maio e o baile de finalistas vai ser no dia 1 de junho. Por norma, costumamos fazer ao contrário, mas por impossibilidade de datas e horas e também para afastar um bocadinho da data da Feira da Agricultura, que acaba por ter um bocado de impacto em nós, assim, acho que temos umas datas boas, porque 30 de maio é uma quarta-feira, depois há um feriado que é quinta, e depois o baile é sexta-feira, dia 1 de junho, e então acho que mesmo assim conseguimos escolher umas datas boas. Estes eventos grandes, tanto o baile como a gala, só os conseguimos concretizar com patrocínios, porque falamos de preços um bocado elevados; nós podemos fazer uma festa normal, tipo: chegamos, jantamos e vamos embora, mas nós queremos fazer uma festa a sério porque achamos que os finalistas merecem uma festa com rigor, que tenha mesmo festa, que tenha um espetáculo, que seja uma gala a sério e este ano vamos mesmo apostar principalmente na gala, numa gala a rigor, ou seja, usamos mesmo o nome gala por ser uma gala.

Qual é a relação da escola com a associação de estudantes?

A escola apoia-nos muito, acho que a nossa escola consegue apoiar-nos mesmo assim em muita coisa na associação de estudantes, mas acho que poderia apoiar mais ainda, no entanto, acho que, comparativamente a outras escolas, apoia-nos muito. Quanto ao pessoal docente e à direção desta escola acho que não há muito a apontar, é claro que também é compreensível porque nós somos um conjunto de alunos que tentamos dinamizar a escola, mas eles tentam dinamizar um agrupamento, ou seja, também não é muito fácil, não é fácil conciliar tudo, já apoiaram muito, mas é como eu digo, é complicado.