“Esperamos o maior e mais competitivo de sempre”

TORNEIO Está a chegar a 12ª Edição do Torneio Internacional Prof. José Peseiro e os vice-presidentes do Footkart, António Vidigal (AV) e Américo Roma (AR) fazem ao Almeirinense a antevisão da prova. António Vidigal faz parte da direção do clube desde que Vasco Carvalho tomou posse como presidente do Footkart, e Américo Roma passou a fazer parte da direção nas últimas eleições. Ambos são elementos muito importantes nas inúmeras atividades desenvolvidas pelo clube no decurso da época desportiva.

Quais as expectativas para esta edição do Torneio José Peseiro?
(AR) As expectativas para o XII Torneio Internacional Prof. José Peseiro são muitas. Esperamos o maior e o mais competitivo torneio de sempre, tendo em conta o nome dos clubes participantes nessa edição. Claro que todos os anos tentamos melhorar o que fizemos no passado, tendo em conta o apreendido em cada edição que passa. Temos este ano, novamente, a aposta clara nos dois dias do quadro principal nos Sub8, assim como uma continuidade na publicitação e divulgação do mesmo a Nível Nacional.

O que terá de diferente a edição de 2018?
(AV) A edição de 2018 terá, pela primeira vez, duas equipas estrangeiras. Pela primeira vez teremos duas equipas espanholas no nosso torneio, respetivamente, Agrupacion Dep. Nuevo Versalles–Loranca e Club Deportivo Hergar Camelot Helmântica. Teremos, também, uma pré-qualificação mais competitiva pelo facto de termos aberto dez vagas a clubes fora do distrito de Santarém que quisessem participar no torneio. Pelo que prevemos que o escalão de Sub8 será o mais competitivo de sempre.

Quais as equipas participantes?
(AR) No dia 25 de abril, dia da fase de apuramento para o quadro principal do escalão de Sub8, teremos uma equipa do Footkart de Sub7, uma equipa do Footkart de Sub8, o CADE, o Benavente, o Salvaterrense, o Fazendense, o Rio Maior, o Ouriquense, a Académica de Santarém, o Galitos, a Alta de Lisboa, o AREPA, o Pinhalnovense, o Vendas Novas, o Óbidos, o Samora Correia, a Chamusca, o União de Santarém e o Amiense.
Nos dias 28 e 29 de abril, dias do quadro principal do escalão de Sub8, teremos uma equipa do Footkart, o Benfica, o Sporting, o Loranca (Espanha), o Hergar de Salamanca (Espanha), o União de Tomar, o Portimonense, o Belenenses, a Académica de Coimbra, o Fabril, a Casa do Benfica de Serpa e as quatro equipas provenientes da fase de apuramento.
No dia 1 de maio, dia do escalão de Sub11, teremos uma equipa do Footkart, o Benfica, o Sporting, o Vit. Setúbal, o Belenenses, o Portimonense, o Elvas, o Olhanense, a União de Leira, o Torreense e o Clube Desportivo de Beja.

E as idades continuam a ser sub8 e sub11?
(AR) Os escalões do XII Torneio Internacional Prof. José Peseiro sempre foram Sub8 e Sub11, pelo que é uma marca do nosso torneio. Pensamos que já estão enraizados no futebol de formação internacional esses escalões, pelo que não faz sentido alterar os escalões e o modelo de futebol 6, que é uma inovação introduzida em torneios em Portugal pelo Footkart.

Quais os padrinhos? E porquê estas escolhas?
(AV) Este ano pensámos homenagear dois futebolistas extraordinários. Ambos tiveram um contributo ímpar para o desenvolvimento e afirmação do futebolista português no Mundo, daí a nossa opção pelo Ricardo Pereira e Fernando Meira. É muito importante para nós que os nossos jogadores tenham referências valorativas ao nível do futebol e daí a ideia de lhes proporcionar o conhecimento de expoentes máximos ao nível de futebol. O Sr. João Mendes, pelo que tem dado ao futebol, ao nível da arbitragem, dispensa apresentações e é de uma importância vital reconhecer o contributo que teve nos últimos anos na formação e melhoria ao nível da arbitragem da Associação de Futebol de Santarém como referência e como companheiro para os novos árbitros.

Qual o impacto do torneio na cidade?
(AR) Estamos a falar de cerca de três mil e quinhentas pessoas em Almeirim e que em muitos casos será a primeira vez. Sendo que estamos a falar de um torneio que começa pelas 8h30m e termina sensivelmente pelas 19h. Muitas delas terão forçosamente que fazer uma ou duas refeições na restauração local, para além dos pais / familiares que vêm pernoitar a Almeirim, antecipadamente. Estamos certos de que será uma mais-valia para o Concelho de Almeirim, pela divulgação do mesmo e para a economia local, pela quantidade de pessoas que o torneio envolve.

Já que falamos em números, quantos atletas, treinadores, dirigentes e pais estarão envolvidos?
(AV) Iremos realizar o XII Torneio Internacional Prof. José Peseiro com 48 equipas, 576 jogadores (432 jogadores do ano civil de 2010 e 144 jogadores do ano civil de 2007), 96 técnicos, 48 delegados de jogo, cerca de 70 voluntários na organização, e estimamos que passarão por Almeirim nestes dias mais de 3000 pessoas.