Investimento de 2,5 milhões em Almeirim

ECONOMIA Mais de um ano após a primeira conversa, o Presidente da Câmara Municipal de Almeirim voltou a reunir, nos últimos dias, com o empresário que vai iniciar este mês um investimento em Almeirim de 2,5 milhões de euros numa fábrica de material de som, sobretudo para exportação.

A unidade vai ficar instalada na zona industrial de Almeirim e são “produtos de alto valor acrescentado que até têm uma expressão própria. “High-end – destinado a pessoas que desejam produtos de boa qualidade e que não se importam com o seu custo. Este é o caminho. Diferenciação e aposta na qualidade e inovação”, sublinha o autarca.
Em novembro do ano passado, entrou na Câmara Municipal de Almeirim um projeto de um empresário que pretendia fabricar colunas de alta fidelidade na Zona Industrial de Almeirim. Na altura, não foram revelados pormenores de investimento nem da criação de postos de trabalho, mas sabia-se que é um projeto inovador e que tem como parceiros as maiores marcas mundiais.

Publicidade

A nível nacional, soube-se que o plano de investimento para a Europa, também conhecido por Plano Juncker, já disponibilizou 53 mil milhões de euros, montante que Bruxelas espera que mobilize 264,3 mil milhões de euros em investimentos na Europa. A seguir à Estónia, Grécia e Bulgária, Portugal é o quarto maior beneficiário em percentagem do PIB deste plano criado no início da presidência de Jean-Claude Juncker, em 2014. O financiamento destinado a Portugal, ao abrigo do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), o principal instrumento financeiro do mesmo plano, atingiu já 2 mil milhões de euros, esperando-se que este valor gere 5,8 mil milhões de euros em investimentos.

Do total, mil milhões de euros dirigiram-se a projetos de infraestruturas e inovação e 998 milhões a Pequenas e Médias Empresas (dados de fevereiro de 2018). Apoiar ideias para melhorar a educação, modernizar os cuidados de saúde, estimular a ciência e tecnologia ou tornar as infraestruturas mais eficientes fazem parte do ADN dos investimentos no contexto do investimento europeu. E mesmo quando outros investidores hesitaram, a União Europeia interveio para dar oportunidades a quem acreditava que podia fazer a diferença.

.