Não há soluções, há caminhos: 2 de março

Se em vez de criticar, louvássemos, se em vez de vermos o defeito, víssemos a qualidade, os outros não só estranhariam, como talvez até se chocassem com a nossa originalidade. Mas o mundo poderia começar a mudar.

Dizer bem parece uma fraqueza e, contudo, só isso é fonte de vida. Não tenhamos medo! Dizer bem devia ser um hábito nosso. Deus diz bem de nós. Bendiz.

 

Vasco P. Magalhães, sj

.