Presidente da Federação dirige carta aos bombeiros de Almeirim a elogiar atuação

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol enviou uma carta ao Comandante dos Bombeiros Voluntários de Almeirim a agradecer a forma como prestaram socorro ao médico da Federação, Dr. Manuel Fanfa, na Fase Nacional da Taça das Regiões da UEFA.

No documento a que O Almeirinense teve acesso, Fernando Gomes diz “que não posso deixar de agradecer vivamente à Cooporação sob o comando de V.Ex., em especial aos bombeiros Tiago Catrola e José Isabelinha, pela forma extremamente profissional e célere como conduziram o incidente. (…) Foi um valioso contributo para atenuar a situação grave, e daí o nosso reconhecimento pelo desempenho exemplar”.

No dia 27, no jogo das seleções do Algarve e Castelo Branco, o médico da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Manuel Fanfa, sofreu um AVC e teve que ser transferido para o Hospital S. José em Lisboa.

Os cuidados prestados pelos Bombeiros Voluntários de Almeirim mereceram elogios até da Federação Portuguesa de Futebol, pois os elementos da cooporação almeirinense responderam de forma rápida e eficaz ao socorro, fazendo mesmo que já em Lisboa a chegada ao Hospital fosse feita com apoio da PSP e em sentido contrário na Av. Almirante Reis.

Francisco Jerónimo, Presidente da Associação de Futebol de Santarém, deu conta que “o médico contínua internado e o socorro prestado pelos voluntários de Almeirim foi excecional e de excelência”.

Depois dos procedimentos iniciais e em articulação com Centro de Orientacão de Doentes Urgentes (CODU) a ação dos bombeiros foi decisiva no Sistema Integrado de Emergência Médica, resultou na atribuição de uma “Via Verde AVC” sendo o doente transportado para uma Unidade Hospitalar em Lisboa com Unidade AVC.

“O profissionalismo e o conhecimento dos nossos operacionais anteviu a necessidade do apoio da PSP no transito, à entrada de Lisboa a PSP colocou dois batedores para acompanhar a nossa ambulância, em algumas zonas em sentido contrário devido ao transito que se fazia sentir.  Cerca de uma hora após o incidente o doente estava no Hospital de referência. Num País em que quase sempre se fala para dizer mal do SNS, do INEM e de tudo o que é relacionado com saúde. Onde muita gente pensa que bombeiros voluntários é sinal de amadorismo é fundamental e justo divulgar relatos destes. Até porque não são casos isolados. São a norma. Uma palavra aos Bombeiros Voluntários de Almeirim. A formação, os dias “perdidos”, a ausência da família e dos amigos tornam-vos mais competentes, atentos e resilientes. Essa atitude faz a diferença na vida de muitas pessoas. Na pessoa do Sr Comandante um apelo. Continuem assim”, acrescentou Pedro Ribeiro, Presidente da Câmara e da Associação Bombeiros de Almeirim.