Não há soluções, há caminhos: 7 de fevereiro

Uma pergunta difícil ou polémica: É possível ser realmente solidário e comprometido sem fé? As respostas podem variar, mas dedicar-se aos outros ou a grandes causas sem acreditar, ao menos, que isso vale a pena não é possível!

Posso dizer que não acredito em Deus, mas se me dedico de coração gratuito a algo ou alguém, e acredito que isso vale a pena, esse passará a ser o valor (que funciona como Deus) que conduz a minha vida para além do individualismo narcisista. Os verdadeiros descrentes são os que ficam fechados no seu umbigo ou no que lhes convém.

Vasco P. Magalhães, sj

.