Exposição da vida e obra de Francisco Henriques patente até dia 17 de dezembro

Decorre ainda na Biblioteca Municipal de Almeirim uma exposição sobre a vida e obra de Francisco Henriques, poeta escolhido como tema para o “Clientes da Cultura” de outubro.

No âmbito da celebração do centenário de nascimento de Francisco Henriques, a biblioteca destacou durante os meses de outubro, novembro e dezembro, o poeta local que mais prémios e condecorações obteve em vida. A exposição dura até dia 17 de dezembro, segunda-feira, onde poderá ver elementos pessoais, incluindo desenhos inéditos da sua atividade, enquanto charadista. Foi visitada por inúmeras pessoas, munícipes, alunos do concelho, visitantes e familiares.

Francisco Henriques, considerado o poeta de Almeirim, nasceu no dia 28 de junho de 1917 e morreu em 2002. Era um homem discreto, uma figura distinta, um honrado marido, pai de 2 filhos e avô, foi um honesto profissional contabilista na Quinta da Alorna.

Dedicava-se à leitura e à escrita, o que conduziu à participação nos Jogos Florais, quer de Almeirim, quer de outras localidades, tendo sido o patrono de alguns.

A sua alma poética está dispersa por vários trabalhos publicados em revistas, almanaques de Portugal e do Brasil e jornais, como por exemplo “Esta pequena Raça de Gigantes”, para no nosso jornal que saiu na edição de 15 de junho de 1990. ­ Escreveu ainda inúmeros poemas únicos não divulgados para o público.

 

Exposição sobre a vida e obra de Francisco Henriques na biblioteca