Almeirinense discursa no Parlamento Europeu

Por norma é por causa dos feitos no campo de ténis que Gonçalo Santos Andrade tem aparecido nas páginas do jornal O Almeirinense, mas o empresário agrícola de Almeirim também soma “winners” no associativismo empresarial.

A convite da Federação Nacional das Organizações de Produtores (FNOP), Gonçalo Santos Andrade foi o protagonista de uma intervenção no Parlamento Europeu, na apresentação do livro branco da Organização Comum de Mercado.

Enquanto administrador da Lusomorango, Gonçalo Andrade transmitiu o impacto positivo dos programas operacionais no sector e a importância de continuar a existir uma estratégia europeia que permita uma maior concentração da oferta e possibilite maximizar a remuneração à produção. “Os programas operacionais contribuíram decisivamente para termos neste momento um sector muito competitivo, mais organizado e preparado para conseguir adaptar a produção às elevadas exigências do mercado, cada vez mais global, e às expectativas dos consumidores”, diz o empresário almeirinense de 44 anos.

Gonçalo Santos Andrade tem mantido uma forte presença associativa, onde, a par da sua produção agrícola, como um dos sócios da Casa Prudêncio, é atualmente presidente da Portugal Fresh – associação para a promoção das frutas, legumes e flores de Portugal – entidade que tem contribuído decisivamente para o aumento das exportações. O sector que exportava 780 milhões de euros em 2010 atingiu 1.310 milhões de euros em 2016, representando um crescimento de cerca de 10% ao ano.