Portalmática faz reparações gratuitas de computadores

Helena e Humberto Rafael, são os proprietários, de Portalmática. Abriu em 2004 e neste momento tem novas instalações na Rua Condessa da Junqueira.
PM@AS – Portalmática em Ação Social, é o novo projeto dos empresários, que consiste na manutenção/reparação de computadores, nalguns casos, gratuitamente.

Há quantos anos é que abriu a Portalmática?
A Portalmática tem 12 anos, abrimos em Setembro de 2004.

Como surgiu a idéia para abrir a empresa?
A minha primeira ideia de uma empresa foi em 1989. Eramos três indivíduos e estávamos no curso de técnico profissional de informática de gestão a terminar o 12º ano, tínhamos bons conhecimentos na área de programação e pensámos abrir uma empresa de desenvolvimento de software. Marcámos uma reunião no centro de emprego, foi a entrevista mais rápida da minha vida, eramos miúdos com 17 anos, e para saber com o que é que podíamos contar de apoios, nessa reunião explicamos que queríamos abrir uma empresa e perguntaram-nos “ Já acabaram o 12º ano?”, respondemos que não e então disseram “Vão acabar o 12º ano e depois voltem cá”. E foi assim. A partir daí entrei noutra vida profissional, sempre dentro das tecnologias e em 2004 senti que havia condições para meter o projeto em andamento, desta vez sozinho achei que tinha condições para avançar.

Nas Fazendas de Almeirim?
Não, cá em Almeirim. Abrimos em Almeirim em 2004, no Centro Comercial Rafael na Rua do Paço, local onde estivemos até 2012, tendo mudado depois para as Fazendas de Almeirim.

Quais os serviços que prestam e os artigos que comercializam?
A nossa aposta inicial foi nos serviços de reparação e manutenção de equipamentos informáticos que foi como começámos basicamente, tendo criado o SUI – Serviço de Urgência Informática. Temos software de gestão comercial, POS, fazemos desenvolvimento de páginas para a internet, desenvolvimento de software por medida, algumas aplicações, que é um mercado muito específico, recuperação de dados, ainda a semana passada um amigo meu apagou as fotografias do telemóvel e isso é possível recuperar. Apesar de sempre termos feito orçamentos gratuitos, a regra é, não reparamos não cobramos, mesmo que a decisão de não reparar seja por parte do cliente.
Em termos de produtos temos todo o tipo de equipamento informático, “destacamos” é que não temos nada aqui para vender. Uma vantagem de não ter cá nada, primeiro não tem custos e depois a informática é uma coisa que está sempre a evoluir, modelos novos e eu corria o risco de estar a vender coisas que não eram aquilo que as pessoas queriam. Assim não tenho cá nada, tudo o que eu vendo é focado naquilo que a pessoa realmente precisa. Os computadores fixos que vendemos, são todos personalizados, ou seja são feitos por medida. Os portáteis já são menos flexíveis, mas tentamos perceber o que é que a pessoa quer fazer com ele, para sugerir modelos que vão de encontro com as suas necessidades.

Neste momento, surgiu um projeto diferente, como é que surgiu esta ideia?
Este projeto tem o nome de PM@AS – Portalmática em Acão Social. Pretendemos efetuar serviços de reparação de computadores, de forma gratuita ou vantajosa para pessoas do escalão A ou B da Segurança Social. Esta ideia surgiu por termos desde alguns anos notado que há situações de dificuldade em pagar a reparação de um computador, e que de facto havia alguns clientes que nos pediam condições específicas ou não reparavam inclusivamente as máquinas por causa de dificuldades financeiras. Sabemos que nestas situações, toda a ajuda é bem-vinda, e queremos também dar a nossa contribuição.

O que é que é necessário para uma pessoa que tenha um computador avariado, fazer para poder beneficiar desta vossa oferta?
Nós dividimos isto por duas áreas, ou seja, o nosso apoio é dado de acordo com os escalões atribuídos pela segurança social. O escalão A beneficia de serviços gratuitos de reparação de computadores, sejam fixos ou portáteis. Se a pessoa tem escalão A, todos os serviços de reparação são gratuitos, mas não inclui peças. Por exemplo, uma reparação que em que o computador que tenha problemas com o Windows, vírus, erros, etc, a instalação do Windows passa a custar zero euros nesta situação. O escalão B, tem um desconto de 50% sobre o preço de tabela nesses mesmos serviços. Sempre que houver necessidades de peças, as peças serão orçamentadas, será comunicado o valor ao cliente e no caso de o cliente querer avançar, o preço de montagem das peças também está associado ao escalão, ou seja pode só mesmo pagar a peça. O que é que é preciso? Trazer uma declaração da segurança social atualizada e fatura do equipamento em nome de um dos membros do agregado familiar e cartão de cidadão.

Mudaram recentemente para Almeirim. Ao fim destes três meses que aqui estão, foi uma mais-valia?
O tempo que decorreu é um bocado curto, mas pela experiência destes três meses conquistamos alguns clientes que não nos acompanharam com a mudança para as fazendas e quando descobriram que estávamos aqui regressaram. Arranjámos alguns clientes novos que geograficamente nunca sairiam para as fazendas e claro, mantivemos os mesmos até à data, portanto pode-se dizer que a mudança foi positiva. Até porque continuamos a ter ainda nas Fazendas o local do estabelecimento da prestação de serviços, portanto há pessoas que nos entregam lá as máquinas depois vêm buscar aqui, outras passam por aqui e, perguntam se podem ir lá buscar. Tem funcionado bem com dois locais.

O local foi uma escolha estratégica, isto aqui é um local de bastante movimento, não?
Andávamos a procurar nesta rua, vimos alguns locais, mas este foi o que mais nos agradou, não tanto pela localização em si, mas sim por ser um espaço novo, felizmente também tem muito movimento.

Mais info:
Rua Condessa da Junqueira, N.º 69.
Almeirim
Telf:243 593 041 | Telm: 965 555 692
geral@portalmatica.pt